É, eu te julguei

by Nem tão frágil assim - novembro 22, 2017

Sim, além de você outras tantas pessoas já foram vítimas dos inconsequentes pensamentos que temos quando encontramos alguém e logo vem aquela famosa frase “a primeira impressão é a que fica”. Porém, esquecemos do mero detalhe de que vivemos em constante transformação e que nem sempre é um dia bom, tanto pra mim, quanto pra você, e com certeza pra quem julgamos.

Mesmo assim... "De cara achei ela chata sabe? Metida, fala gritando e não consigo gostar dela, porque detesto gente que está sempre feliz. Como pode estar sempre feliz? Não acontece nenhuma desgraça na vida dessa pessoa? Já o outro ali, é bonitão e inteligente, mas tem um péssimo gosto para perfumes e não sabe combinar roupa. Aquele seu amigo, nossa, esse é sensacional: educado, charmoso, fala da família, pensa em casar, trabalha e faz pós graduação; um príncipe. Mas a ex namorada dele… nem vou falar do que chamam ela por aí, já que acabou trocando ele pelo melhor amigo. Também tem aquela minha amiga que apesar de todo mundo achar que é santa, faz questão de deixar claro nos nossos grupos de Whatsapp que passa o rodo mesmo. Tem aquela minha vizinha, meu Deus, ô menina bonita e que sabe se vestir como uma pessoa decente, diferente da irmã dela”.

Com certeza você pensou em um bocado de pessoas quando leu a descrição de cada indivíduo fictício citado acima. Isso porque, a gente julga pelo o que nossos olhos veem, e dificilmente damos a oportunidade da pessoa realmente ser quem ela é. Não paramos pra pensar se ela se importa por não vestir a moda Primavera/Verão 2018, se gostamos ou não do perfume amadeirado, se é santa, inteligente, conveniente ou escandalosa. Nem sabemos se aquele “Tudo bem comigo e com você?” realmente significa ‘está tudo bem’, ‘está tudo muito bem’ ou ‘está tudo péssimo, mas vamos pular essa parte’. O que sabemos é que somos escravos do que criamos como significado para cada adjetivo que usamos pra rotular alguém. E muitas vezes somos injustos. Em alguns casos, aquela insuportável vira a melhor amiga, aquele que tem mal gosto vira o namorado. Que belo troco eim, têm mal gosto e ama justo quem, você.

Mas ainda é tempo de rever seus conceitos sobre aquela nova amiga da sua fiel parceira, aquela que você achou manipuladora porque o ciuminho falou mais alto. Ou então aquele seu colega de trabalho, que tenta te agradar e você o acha um pé no saco. Talvez ele nem esteja dando em cima de você, só está sendo gentil. Aproveite também para rever os conceitos criados para cada adjetivo que você rotula as pessoas que conhece, e não esqueça que, você também pode não ter tido oportunidade de ser realmente quem você é pra quem te julga.






Posts relacionados

0 comentários